Dicas

Dicas para uma boa contratação de seu seguro:

1. Sempre escolha uma boa seguradora. Lembre-se que está contratando um serviço que lhe garantirá mais tranquilidade na hora do imprevisto, por isso é essencial que a companhia tenha uma boa infra-estrutura.


2. Contrate seu seguro somente através de um corretor habilitado e credenciado pela SUSEP - Superintendência de Seguros Privados. Além de conhecer bem todas as cláusulas e condições do seguro, ele é legalmente responsável pela sua apólice.


3. Avalie bem as condições e cláusulas do seguro. Solucione todas as suas dúvidas com o corretor de seguros. Mantenha-se informado sobre a sua apólice ou proposta.


4. Atente aos benefícios que cada companhia pode oferecer. Socorro mecânico 24 horas no seguro de automóvel, por exemplo, será de muita ajuda em um possível momento desfavorável, e tem um custo pequeno ou é oferecido gratuitamente.


5. Muita atenção na hora de responder as questões de avaliação de risco que serão feitas na hora da contratação do seguro. Sempre peça esclarecimentos ao corretor se algo não estiver claro. Respostas que forem comprovadas como falsas podem atrapalhar num futuro processo de ressarcimento, portanto responda corretamente a todas as questões, e comunique ao corretor caso haja alteração de algum item durante a vigência da apólice.


6. Após preencher seu perfil confira os dados mais de uma vez.


7. Informe todos os dispositivos antifurto que o carro oferece, como alarme, chave codificada e rastreadores via satélite. Estes acessórios normalmente reduzem o valor do contrato.


8. Mesmo que você não tenha garagem fechada em sua residência deve informar se guarda o veículo diariamente em um estacionamento.


9. Mantenha seus dados sempre atualizados. Comunique sempre a corretora ou sua seguradora quando houver alteração de seu estado civil, mudança de endereço ou quando houver alguma mudança nas características do seu veículo, do condutor principal ou do uso de garagem.

Algumas medidas preventivas essenciais para sua empresa:

1. Evite manter estoques de líquidos inflamáveis junto a setores de pintura, manutenção.


2. Recolha os recipientes contendo resíduos de combustíveis e/ou estopas embebidas em líquidos inflamáveis ou óleo, depositando-os em local adequado, fora do setor de produção.


3. Se possível, desligue os equipamentos elétricos na rede de alimentação de energia.


4. Confira se todas as portas e janelas do seu estabelecimento estão trancadas.


5. Verifique se o sistema de alarme existente está acionado e operante. Feche os registros de gás e água.


6. Ao final de semana, procure comunicar-se com os responsáveis pela vigilância para detectar possíveis anormalidades no seu estabelecimento.

Medidas preventivas para sua residência:

1. Feche sempre o registro de gás após o uso do fogão, principalmente à noite.


2. Mantenha os produtos de limpeza protegidos do sol e longe de fontes de calor.


3. Confira se as portas e janelas estão trancadas.


4. Quando não estiver usando ou for se ausentar, desligue os equipamentos elétricos das tomadas.


5. Na entrada ou saída, preste atenção a movimentações estranhas ou à presença de pessoas estranhas.


6. Ao atender estranhos, mantenha a porta ou portões fechados.


7. Não deixe as chaves na portaria.


8. Alerte a portaria se for receber encomendas.


9. Respeite todas as normas de segurança dos edifícios (recepção de visitas, pizzas, flores, etc. - não insista se for proibido).

 

Ao Viajar

1. Feche o gás e a água


2. Feche todas as portas e janelas, se possível, com fechaduras adicionais.


3. Só deixe a chave com alguém em que tenha absoluta confiança.


4. Avise sempre a alguns vizinhos quando for viajar e não comente sua viagem com pessoas estranhas.


5. Suspenda a entrega de jornais e revistas ou peça a um vizinho para os recolher.


6. Não deixe jóias ou outros valores em casa.


7. Não deixe luzes acesas, pois durante o dia indicam que a casa está vazia.


8. Evite colocar cadeados do lado externo dos portões.


9. Desligue a campainha; deixará em dúvida as pessoas que a usem só para verificar se alguém está em casa.

Medidas preventivas para o seu veículo:

1. Verifique periodicamente o nível do óleo do motor alguns minutos após tê-lo desligado e não ultrapasse a marca máxima da vareta de medição. Troque o óleo do motor pelo tipo e no período recomendados pelo fabricante e exija a colocação de um novo anel de vedação no bujão do carter. Vazamentos de óleo devem ser corrigidos sempre que ocorrerem, pois podem deteriorar outras peças do motor, além de sujarem sua garagem. Se o seu carro efetua reboque de carreta ou trafega sempre muito pesado antecipe sempre as trocas de óleo.


2. Use somente filtros de ar, óleo e combustível de boa qualidade.


3. O manual do seu carro deve ser lido, para que você o conheça bem.


4. Observe se, pela manhã ao ligar o motor, ocorrem ruídos anormais dentro dele. Folgas em algumas partes internas podem estar ocorrendo e quanto mais cedo forem corrigidas, melhor.


5. A correia \"dentada\", que aciona o comando de válvulas, deve ser trocada periodicamente. Sua quebra, em alguns veículos, pode danificar partes do cabeçote e motor.


6. Engates de marchas difíceis, dificuldade em subir ladeiras, pedal da embreagem duro, alto consumo de combustível : estes são alguns dos sintomas de uma embreagem prestes a deixar você "na mão".


7. Ruído semelhante a um zumbido oco com o carro em movimento pode significar rolamento com desgaste excessivo.


8. Pneus desgastados irregularmente produzem ruído semelhante ao dos rolamentos das rodas. Bolhas nas laterais dos pneus identificam ruptura na sua trama interna e devem ser substituídos.


9. Palhetas dos limpadores de pára-brisa devem ser trocadas pelo menos a cada seis meses ou quando  estivem ressecadas.


10. Evite mandar lavar o motor. Constantemente ocorrem problemas devido a infiltração da água no sistema elétrico/eletrônico.


11. As calhas dos vidros da porta (elétricos ou não), assim como a antena do rádio, devem ser lubrificados com grafite em pó.


12. Falhas e engasgos do motor, falta de força, desempenho fraco : estes são alguns dos sintomas de que os sistemas de carburação/injeção e de ignição não estão funcionando normalmente e que necessitam manutenção.


13. Rode com janelas fechadas, troque regularmente o filtro de ar, não ultrapasse a carga ou lotação do carro, evite arrancadas bruscas : estes são alguns itens que ajudam a economizar combustível. Aquecer o motor antes de sair é desnecessário e aumenta o consumo de combustível.


14. Não descanse o pé no pedal da embreagem e não "segure" o carro numa ladeira com a embreagem : com isto evita-se o desgaste prematuro de todo o conjunto.


15. Confira periodicamente as condições da chave de roda, macaco, extintor de incêndio (carga e validade) e triângulo de emergência.

Cuidado para não ser assaltado no trânsito:

1. Evite estacionar seu carro em local mal iluminado e em ruas desertas.


2. Acostume-se a olhar ao redor do seu carro antes de aproximar-se para abri-lo.


3. Não dê caronas a estranhos, nem abra a porta ou vidro para vendedores de rua.


4. Se seu carro enguiçar, coloque o triângulo, tranque-o e procure assistência especializada.Não aceite assistência de quem você não pediu.


5. Não deixe sacolas, presentes ou pacotes à mostra no carro. Isso atrai a atenção dos ladrões. Guarde-os sempre no porta-malas.


6. Ande sempre com as portas do carro travadas e os vidros fechados.


7. No semáforo, procure sempre parar na pista da direita e manter distância do veículo da frente. Se observar movimento suspeito, vá para frente "colado" no carro à sua esquerda.Isso dificulta a abordagem de ladrões que, na maioria das vezes, é feita pelo lado do motorista.


8. Se o sinal estiver vermelho, reduza a velocidade. Pode ser que o sinal fique verde antes que seja necessário frear o carro.

 

Procedimento de segurança em caso de assalto:

1. Por mais que a situação não permita, tente ficar (ou parecer) calmo.


2. Não reaja e nem tente fugir.


3. Não tente enrolar o ladrão, pois ele pode ficar nervoso.


4. Não faça movimentos bruscos. Sendo necessário fazer algum movimento, peça autorização e avise. Caso contrário o ladrão pode pensar que se trata de uma reação.


5. Portar arma não resolve, pois você não terá tempo ou oportunidade de usá-la.


6. Após o assalto, nunca persiga o ladrão. Não entre em pânico. Ligue o mais rápido possível para a polícia e dê todas as informações necessárias. Em seguida, encaminhe-se para a delegacia mais próxima ao fato (não a da sua casa) para fazer a ocorrência.

 

Em caso de enchente:

1. Se você estiver no trânsito e verificar que no seu percurso existe um alagamento, não tente ultrapassar a região alagada com o seu veículo, pois caso ocorra algum dano no veículo devido à esta tentativa, será caracterizado pela Cia Seguradora o agravamento do risco, podendo a mesma negar a indenização.


2. No caso do veículo ter sido atingido pela enchente enquanto estava estacionado, mesmo após a água ter baixado, a partida do motor não deve ser dada. Isso porque a água pode estar acumulada em seu interior, uma vez que a mesma entrou pelo tubo de escapamento ou pela tomada de ar.


3. O procedimento correto é rebocar o veículo para uma oficina que deverá avaliar os danos, verificando inclusive, a necessidade de se acionar a Cia de Seguros, antes de desmontar o motor, para a retirada de impurezas (areia e barro) que o danificam.


4. A entrada de água no motor pode acarretar o calço hidráulico, que paralisa o funcionamento do pistão e consequentemente a biela pode empenar e quebrar.


5. É importante também nesses casos, verificar as condições do filtro de ar, caso o mesmo contenha impurezas e esteja encharcado, é um grande indício de que o motor foi invadido pela água.

Cuidados na estrada:

1. Dirija com segurança, respeitando a sinalização, o policiamento e os outros motoristas.
   Não faça ultrapassagens pela direita ou pelo acostamento.


2. No caso de algum problema mecânico ou elétrico, pneu furado ou acidente, procure remover o veículo da pista e sinalize o local. Acenda também o pisca-alerta.


3. Mantenha sempre distância do veículo que está a sua frente.


4. Dirigir cansado é sempre perigoso. Por isso, planeje os pontos onde parar para comer, abastecer e descansar. É aconselhável parar para relaxar os músculos a cada 2 horas. Um cafezinho nessas paradas pode ajudar a evitar o sono.


5. Utilize sempre o cinto de segurança, ele é obrigatório e pode aumentar em até 50% a proteção dos passageiros. E lembre-se: lugar de criança é no banco traseiro e também usando o cinto de segurança.

 

Em caso de neblina:

1. Mantenha uma velocidade moderada.


2. Acenda, mesmo de dia, os faróis baixos e os eventuais faróis auxiliares dianteiros. Não use os faróis altos.


3. Lembre-se que a presença de neblina também causa umidade no asfalto, o que dificulta qualquer manobra e aumenta a distância dos espaços de frenagem.


4. Mantenha uma grande distância do veículo da frente.


5. Evite ultrapassar outros veículos.

 

Em caso de chuva:

1. Reduza a velocidade e mantenha uma distância de segurança maior dos veículos da frente.


2. Se estiver chovendo muito forte, a visibilidade também é reduzida. Nestes casos, mesmo se for dia, acenda os faróis baixos para tornar-se mais visível aos outros.


3. Não atravesse poças em alta velocidade e segure bem o volante: uma poça atravessada em alta velocidade pode provocar a perda de controle do veículo (aquaplanagem).


4. Coloque os comandos de ventilação na função desembaçamento para não ter problemas de visibilidade.